Back to Top
  • info@lbs.co.ao

Management Intelligence - Luanda Business School

Management Intelligence
Desenvolvimento em gestão e liderança

Através desta formação os participantes podem:

  • centrar-se no valor que pode acrescentar à equipa;
  • desenvolver a sua flexibilidade;
  • focar-se na acção individual e colectiva;
  • resolver problemas de gestão com sucesso;
  • desenvolver relações eficazes com a sua equipa e colegas;
  • manter o controlo em situações difíceis.

Programa:

1. Desenvolver as competências de gestão

  • O modelo Cegoc de inteligência na gestão:
    • componentes do modelo;
    • definição;
    • características.

2. Dominar as técnicas de gestão

  • Desenvolver um comportamento eficaz:
    • adoptar estilos de gestão eficazes;
    • desenvolver a autonomia através da gestão contextual.
  • Orientar acções individuais e colectivas:
    • regras-base com indicadores comuns;
    • definir objectivos coerentes com a estratégia;
    • avaliar o desempenho do colaborador.
  • Estimular a orientação individual e colectiva:
    • agir sobre as alavancas motivacionais certas;
    • delegar oportunidades de aprendizagem.

3. Desenvolver competências situacionais

  • Ver a realidade como um sistema:
    • os 5 Princípios da abordagem sistémica;
    • compreender a percepção da realidade;
    • o sistema e o seu ambiente;
    • iniciativas e utilização de alavancas.

4. Desenvolver competências relacionais

  • Implementar um sistema de comunicação para partilhar informação:
    • informação e comunicação;
    • usar as ferramentas de comunicação adequadas;
    • diferentes tipos de reuniões;
  • Preparar e conduzir uma reunião de equipa:
    • preparar uma reunião;
    • conduzir uma reunião;
  • Gerir situações delicadas
    • dar feedback negativo;
    • dar feedback positivo;
    • dar feedback para voltar a motivar os colaboradores.
  • Gerir a relação com o seu chefe:
    • comunicar com o seu chefe;
    • ser pró-activo e impulsionador.

5. Desenvolver competências emocionais

  • Gerir as suas próprias emoções.
  • Gerir o stresse:
    • compreender como o stresse funciona;
    • gerir o stresse.

Dirigido a:

  • Gestores e outros profissionais das áreas do planeamento, estratégia, inovação, research, new business, entre outras.
  • Profissionais que desejem ganhar competências na utilização de ferramentas e liderança de processos de concepção e definição estratégica.
  • Empreendedores e gestores de pequenas e médias empresas.

Objectivos:

No final da acção, os participantes serão capazes de:

  • articular os diferentes conceitos, escolas, dimensões e níveis de decisão estratégica;
  • escolher e aplicar ferramentas para trabalhar a criatividade e a inovação em processos de definição estratégica;
  • escolher e aplicar ferramentas para identificar, organizar e analisar factores-chave do enquadramento estratégico;
  • escolher e aplicar ferramentas para identificar, compreender e simular movimentos de actores-chave para a cooperação e a competição estratégicas;
  • “refrescar” os processos formais e tácitos de concepção e decisão estratégicas na sua organização.

Métodos:

Laboratório focalizado na experimentação/ensaio hands-on de ferramentas passíveis de serem incluídas em processos de definição estratégica e tomada de decisão.

Datas/Locais:

Início
18-10-2017
Fim
20-10-2017
Horário
8h30-16h30
Local
Luanda