Back to Top
  • info@lbs.co.ao
 

HIGH VALUE SOLUTIONS

O desafio da Gestão de Recursos Humanos reside na capacidade de aumentar o impacto das suas intervenções no resultado dos negócios.

PARTINDO DO REFERÊNCIAL 70:20:10 E DE FERRAMENTAS DE DIGITAL LEARNING

Elevada customização através da COMBINAÇÃO DE METODOLOGIAS DE ELEVADO IMPACTO adaptadas à realidade concreta do negócio.

Centradas na Transferência da Aprendizagem, promovendo METODOLOGIAS DE MEDIÇÃO  que ajudem os nossos clientes  a rentabilizar  ao máximo o seu investimento  em desenvolvimento de Recursos  Humanos.

A NOSSA PROPOSTA DE VALOR ASSENTA EM 3 PREMISSAS

CONHECIMENTO

A desactualização da informação é cada vez mais rápida. Novos conteúdos são disponibilizados diariamente. Por isso, mais do que dispor de informação, o importante é ter a informação verdadeiramente  crítica, focada no que é essencial.

ATITUDE

Se a vantagem competitiva está na forma como aplicamos o conhecimento, é essencial garantir uma mudança de mind set, garantir o compromisso e o engagement dos colaboradores. É preciso integrar na formação metodologias que provoquem resposta às questões: como posso aplicar isto? O que vou ganhar com a sua aplicação?

COMPORTAMENTO

A verdadeira mudança só acontece quando o comportamento muda. Acreditamos que só é possível conseguir essa mudança depois de uma intervenção formativa através de um processo de follow up estruturado que apoie a transferência e fomente accountability nas pessoas envolvidas.

Para nós a eficácia da formação depende fortemente da combinação de diferentes modalidades que explorem 100% do potencial de aprendizagem de cada indivíduo.

10. APRENDIZAGEM
FORMAL

NUM CONTEXTO SEGURO E ESTRUTURADO

A oportunidade de adquirir novos conhecimentos, de simular, experimentar e avaliar esses conhecimentos  e  reflectir  sobre a prática num ambiente seguro e afastado das distracções do posto de trabalho:
• Incluindo pedagogias que maximizam a aprendizagem;
• O fomentando o contacto com especialistas;
• O adquirindo e testando conhecimentos.

20. APRENDIZAGEM
RELACIONAL

INTERACÇÃO, PARTILHA, REFLEXÃO CONJUNTA

O enriquecimento produzido pelas perspectivas de outros que possuem os mesmos interesses/objectivos e/ou pelo apoio e acompanhamento de outros que podem “orientar”:
• Processo de desenvolvimento;
• Redes sociais;
• Comunidades de aprendizagem;
• Blogs;
• Grupos de discussão;
• Partilha de boas práticas;
• Benchmark.

70. APRENDIZAGEM
EXPERENCIAL

PRÁTICA ON THE JOB, EXPERIMENTAÇÃO

O poder da experimentação e da acção prática on-job como teste e feedback real ao que sabemos e não sabemos. Este pilar é em grande medida responsável pela aplicação das aprendizagens e, logo, pela transferência de conhecimento para o trabalho:
• Resolução de problemas;
• Novos papeis e responsabilidades;
• Intervenção em projectos;
• Experimentação por tentativa/erro;
• Feedback estruturado;
• Sessões de coaching;
• Simulação em contexto real.

INTERVENÇÃO

1. PEDIDO DO CLIENTE

Identificando uma necessidade de transformação, o nosso cliente coloca-nos um desafio de intervenção ao nível do desenvolvimento de competências e/ou sistemas.

2. CO-CRIAÇÃO

Envolvemos o cliente e a nossa equipa, procurando compreender as variáveis críticas da transformação desejada.

3. PROPOSTA HIGH-LEVEL

Com base no referencial 70:20:10, construímos uma primeira abordagem global para o desafio colocado em termos de princípios orientadores, etapas de intervenção, metodologias e resultados esperados.

4. PROPOSTA FINAL

Validada a abordagem global da etapa anterior, formalizamos uma proposta detalhada que define todas as dimensões técnicas e financeiras do projecto.

5. PROFILING

Aplicamos instrumentos que permitem desenhar um perfil rigoroso do nosso cliente a dois níveis:
Dimensões organizacionais relacionadas com a cultura, clima e sistemas de gestão;
Dimensões individuais relacionadas com as competências e a motivação dos colaboradores.

6. DESIGN & DELIVERY

Tendo como base operativa o referencial 70:20:10, desenhamos a versão final da solução e aplicamos o melhor das nossas pessoas e competências na execução dO projecto.

7. FOLLOW-UP ESTRUTURADO

Tendo como foco o apoio à mudança efectiva de comportamentos, desenhamos e aplicamos metodologias que promovem transferência do saber para o fazer no contexto real de trabalho.

8. MEDIÇÃO DO IMPACTO

A partir da definição inicial de objectivos do projecto e sua concretização em indicadores de performance, aplicamos instrumentos de medição do impacto nos resultados do negócio do nosso cliente.